Os Factos Que Marcaram a Nível Mundial em 2017

Donald Trump tomou posse como presidente dos Estados Unidos da América em 20 de Janeiro. De tudo o que fez depois disso, merece ser destacado: a) Está a promover uma descida brutal dos impostos dos mais ricos! b) Reconheceu Jerusalém como capital de Israel e ordenou a transferência de embaixada americana, pondo assim em causa …

Anúncios

Todos nós somos Paris… (29-11-2015)

A menos que estejamos preparados para abdicar de quase TUDO o que somos, não dá para pensarmos em paz actualmente. E note-se: eu não gosto de guerra. Mas às vezes ela é necessária! Para 2016 desejo Saúde e Amor para Todos! Não paz. Porquê? Depois do que aconteceu em Paris este Novembro querer paz é …

A seguir em 2014…

«(...) Janeiro/Fevereiro – CDS e PSD reunem os seus congressos electivos. E se deles não sairão novos líderes, as moções e discursos balizarão o terreno político que cada um quer trilhar no futuro. Ao mesmo tempo, no Governo, estarão juntos a negociar o pós-troika entre si e com os credores. Março – Na Primavera deverá …

Grécia: Polícia invade estação pública de rádio e televisão e expulsa jornalistas barricados

«ERT foi encerrada em Junho mas alguns jornalistas despedidos continuavam a fazer emissões piratas a partir do interior das suas instalações. A polícia evacuou bem cedo nesta quinta-feira as instalações da televisão nacional grega ERT, ocupada desde Junho por alguns jornalistas que foram despedidos após a decisão do governo fechar aquela empresa pública, considerada demasiado …

Leiria, 2011: Câmara aprova proposta de concessão do saneamento e abastecimento de água

«A Câmara Municipal de Leiria aprovou hoje um concurso concessão do saneamento e abastecimento de água por 30 anos, período no qual prevê um encaixe financeiro de 30 milhões de euros. Aos jornalistas, depois de uma reunião do executivo camarário que decorreu à porta fechada, o presidente da autarquia justificou a intenção de concessionar as …

Leituras: Escolher a verdade incómoda

Christopher Probyn Christopher Probyn era um funcionário público à beira da aposentação, cheio de medo de uma reforma de privações ou do desemprego. Para além disso, tinha a mulher doente que precisava de cuidados. Por isso aceitou sem pestanejar uma proposta do ministro dos Negócios Estrangeiros ultracorrupto para ser “telefone vermelho” numa operação ultrassecreta “comandada” …