Dizem-me que o aumento da extrema-direita nos anos recentes…

«Dizem-me que o aumento da extrema-direita nos anos recentes — do Brexit a Trump, passando pela França, Itália, Hungria, Holanda, Suécia — tem que ver com o modo como esta conseguiu tomar contar dos media, e criar um discurso beligerante sem oposição. Que nos tornámos demasiado passivos e passámos a aceitar tudo como Liberdade de Expressão. …

Anúncios

Leituras: Richard Thaler no jardim do paternalismo libertário…

(Decerto não encontrarás neste texto grandes elogios nem uma pretensa análise neutral do livro. Se pretendes esse tipo de prosa decerto a encontrarás noutros blogues, colunas de opinião de alguns jornais e, claro, comentadores de televisão.) Richard Thaler é economista e professor na University of Chicago Booth School of Business. Venceu em 2017 o Prémio …

A internet e as artimanhas do pensamento fácil

«A timeline da rede social será melhor vista, isto quer dizer, mais rapidamente vista, quanto mais fáceis forem as coisas que se apresentem. Nesta faceta, a internet mostra-se muito mais conformista que revolucionária. E todos aqueles que objetivam ganhar e aumentar visibilidade devem assim proceder, não importa a direção política que sigam. É esta mesma lógica que …

SMS da Semana

- Contente por 12 rapazes e um treinador tailandeses terem sido encontrados com vida, depois de tantos dias numa gruta! (A melhor notícia da semana!). - Contente por Cristiano Ronaldo ir para a Juventus ganhar mais. (Não sou grande fã de Ronaldo, mas não há motivos para não ficar contente!). - A pensar na quantidade …

Citações para Memória Presente (e Futura) (24)

«Eu diria que os políticos nos traíram, os banqueiros roubaram e, de um modo geral, diria que as elites fizeram falsas promessas que não cumpriram, sobretudo em relação à globalização. Há muito tempo, disseram-nos que com a remoção das fronteiras e dos obstáculos ao comércio, haveria mais riqueza para todos, mais empregos, empregos com melhores …

A sabedoria de Nuccio Ordine

«(...) O fármaco da dura austeridade, como observaram vários economistas, em vez de curar o doente, enfraquece-o de modo ainda mais implacável. Sem se interrogarem sobre os motivos que levaram as empresas e os Estados a endividarem-se - estranhamente, o rigor não faz mossa à corrupção que prolifera e aos chorudos ordenados de ex-políticos, administradores, …