Leituras: O estranho caso do médico Henry Jekyll

9593060446-o-estranho-caso-do-dr-jekyll-e-do-sr-hydeDurante muitos anos este livro foi conhecido em Portugal sob o título O médico e o monstro, por causa de uma tradução antiga em português do Brasil.
Este livro centra-se nas investigações do advogado Utterson depois de um seu cliente, o médico Henry Jekyll, fazer um testamento em que deixa toda a sua fortuna ao desconhecido Edward Hyde. Com o tempo vem a perceber-se que Edward Hyde é uma pessoa extremamente má, ao ponto de causar calafrios a quem contacta com ele (bem à maneira gótica).
Mas nada é o que aparenta ser. O Dr. Jekyll e o Sr. Hyde são apenas duas faces da mesma moeda, que devem viver juntas, não separadas. O senhor Hyde é apenas o lado mau, isolado através de uma droga. Aqui entra a ciência (Psiquiatria? Medicina? Todas?) em jogo. O autor não faz um debate sobre as consequências da ciência, interessa-lhe mais as emoções (ou a falta delas) da humanidade. Por isso centra-se em explicar o porquê o médico Henry Jekyll querer isolar o seu lado mau.
Do ponto de vista filosófico não gosto dessa ideia de isolar o lado bom e o lado mau de uma pessoa.
Apesar de ser um romance de terror gótico é pouco chocante e lê-se muito bem. Recomendo!

Leitura de: Robert L. Stevenson, O estranho caso do Dr. Jekyll e de Mr. Hyde

jekyll-and-hyde1

Anúncios

Os Linques da Semana 24 de Novembro

Nasce assim uma rubrica de periodicidade irregular neste blogue…

Sobre Bibliotecas:

O programa da SIC Contas-Poupança lembrou-se das bibliotecas como sítio onde é possível poupar… Bem lembrado!!

Vale a pena ler: A utopia das bibliotecas ideais.

Sobre a Leitura e a Literatura:

Ler. essa coisa simples e complicada

A literatura está em declínio?

Nazismo: os portugueses também fazem parte da história…  “Os trabalhadores forçados portugueses no III Reich”. Exposição mostra aspetos inéditos

Um bom governo toma más decisões: Rastreio do cancro da mama passa dos 45 para 50 anosDecisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal. Será que estas más decisões vão ser revistas? Será que as más decisões vão continuar?

Importamos modas dos Estados Unidos ao metro… Haloween, Black Friday… Qual a seguinte?? Para quem se preocupa com o ambiente: Black Friday: a poupança que vai sair muito cara (a todos). Há quem opte, e bem, por Um dia sem compras contra a Black Friday.

Vale a pena ler Avaliação: subjectividade e perversidades.

Portugal e Espanha em seca… Muito preocupante!!

Portugal em seca extrema e com precipitação “muito inferior ao normal”

La brutal sequía que sufre España en una sola imagen

África:  Leilão de escravos na Líbia causa indignação em toda a África (e no mundo) e Deputados angolanos ficam sem carros de luxo.

Açúcar: A indústria do açúcar está há décadas manipulando a ciência.

596260

Conhecer Óbidos em tempos de austeridade (Novembro 2017)

Obidos_77c

Pode parecer estranho dizer isto, mas os nossos ordenados não aumentaram, o descongelamento de carreiras é uma miragem. Por isso os orçamentos são cada vez mais limitados para quem quer ser turista no seu próprio país.
Eu, por outro lado, há muito que sonhava conhecer melhor Óbidos. Uma coisa é passar num local, outra é estar lá uns dias, ver as dinâmicas do local e as pessoas que fazem parte dele.

O dilema antes de partir era:
Será possível fazer férias baratas em Óbidos?

Agora já sei responder a essa questão e a outras!
A experiência é amiga das respostas….
Concluindo, depois de uns dias em Óbidos:
Óbidos é um local lindo!! Em qualquer parte da vila se vêem paisagens deslumbrantes!!
Óbidos é um local turístico por excelência!
3º Por isso a maioria dos restaurantes, bares e hotéis tem preços para turistas com dinheiro. O ÚNICO sítio realmente barato é o ÚNICO supermercado existente na vila.
Todos os sítios culturais municipais que visitei são gratuitos! Foi óptimo!
Estão a decorrer os preparativos para Óbidos Vila Natal 2017. E isso muda tudo.
Óbidos Vila Natal abre 30 de Novembro e termina dia 31 de Dezembro. Nessa altura vai ser cobrada um preço para entrar em certas zonas do Centro de Óbidos.
Os preparativos já estão a decorrer a todo o vapor, e suponho que vá ficar tudo esplêndido! Mas por causa disso não me deixaram visitar o Castelo, o que me decepcionou!
Óbidos Vila Literária…
«O Projecto da Vila Literária de Óbidos é uma iniciativa da Ler Devagar que teve a assessoria na programação das Produções Fictícias e o apoio da Câmara Municipal de Óbidos e da empresa municipal de gestão de bens culturais Óbidos Criativa.» (ver sítio oficial)
Este projecto levou à criação de quatro livrarias em Óbidos. Será que está a valer a pena?
A Biblioteca Municipal…
Numa cidade tão dedicada à difusão da cultura, foi triste ver uma biblioteca escondida num edifício da Câmara Municipal, onde as pessoas quase não vão. Falta dinamismo e actualização! E um espaço maior e arejado…

biblioteca-templo-saber-carl-rowan-citacao

Óbidos terra abandonada…
Casas lindas tão velhas na vila… Mas fechadas, para venda. Uma dúzia com ar de que vai cair dentro de alguns meses ou alguns anos…. Quem as reconstrói? Faltam pessoas na vila para as reconstruir e viverem nelas. Afinal, a austeridade também passou por Óbidos… Parece haver preocupação com isso…

Óbidos terra de gente simpática… Adorei falar com as pessoas!!

DRO manifestacao 7 240112

Leituras: Brincar com palavras com Carla Veríssimo

CapaEntrilhas
(Aviso: Esta resenha tem mais elogios do que o normal.)
Carla Veríssimo é uma força da natureza! Bióloga de formação, escritora por paixão. E também animadora sociocultural, formadora e comunicadora nata.
O livro Entrilhas é um reflexo da sua personalidade irrequieta, activa, controversa e divertida.
Neste livro a autora demonstra, em poesia e prosa, o seu amor pelos Açores, região em que trabalhou durante alguns anos.
Também demostra a admiração pelo actor António Feio, cuja morte foi marcante para muitas pessoas (inclusive para mim).
Mostra sobretudo a sua extraordinária capacidade de brincar com as palavras, de criar poesia, de dar o tom certo à emoção para que ela possa ser percebida por outros.

Estão também de parabéns as ilustradoras Irene Sáez e Yaiza López que conseguiram criar uma simbiose perfeita entre palavra e imagem.
Carla Verissimo livro 2017