Hoje lembrei-me de Mariana Mortágua

«Sinceramente não percebo porque é que é uma polémica. Não podemos dizer à boca-cheia que não somos sexistas, que queremos uma sociedade livre de sexismo e depois ser altamente permissivos com todas as formas de sexismo, nomeadamente a reprodução de papéis de género que estão na base do sexismo, ainda mais em materiais educativos para crianças de quatro a seis anos. Ou somos brutalmente exigentes com a democracia que queremos ter, sobretudo na educação, ou continuamos a permitir a reprodução destes estereótipos e não podemos querer depois que a sociedade mude. Para mim é tão óbvio isto. Para mim não tem nada a ver com a liberdade de expressão, não tem nada a ver com liberdade literária, artística, de produção, nada a ver. Estamos a falar de materiais educativos. Não é liberdade ter material educativo que seja sexista; não, não é. Tal como não é liberdade ter material educativo que seja racista. Porque nós assumimos enquanto sociedade, e inscrevemos isso na Constituição, e em várias leis e convenções internacionais, que a sociedade em que queremos viver não é racista nem sexista.»
Mariana Mortágua

image

Fonte: Diário de Notícias, 01/09/2017.

Anúncios

Cidadãos não são jornalistas

A Imagem:

20799563_10213430141173253_6887631817732475320_n

O meu Comentário:
Inicialmente partilhei esta imagem no Facebook por concordar com ela. Mas mudei de opinião!
As pessoas (Cidadãos) não têm o dever de procurar ouvir os dois (ou mais) lados da notícia para alcançarem a verdade. Isso é dever dos jornalistas.

As pessoas (no Facebook e fora do Facebook) são todos os dias “bombardeadas” com notícias sensacionalistas e opinião disfarçada de informação. Para além disso têm sites e blogues com notícias falsas, desactualizadas e ainda sítios de anedotas disfarçadas de notícias.

Por isso as pessoas (Cidadãos) devem cultivar o sentido critico e a literacia da informação.

Mas não podem sem obrigados a desfazer-se de repente das suas  crenças e a ser “objectivos”. Esse é o papel dos jornalistas!

Criticar os vencedores tem de ser possível! (Maio 2017)

“Não emitas juízos negativos sobre os vencedores, porque são vencedores. Cala-te”, dizem-me, referindo-se a Cristiano Ronaldo e Joana Vasconcelos, Salvador Sobral, entre outros. Eu não concordo!
Será que alguém por ser vencedor esta acima de observações negativas? Vencendo não tem defeitos? Os vencedores tornam-se automaticamente santos? Pelo amor de Deus! Poupem-me essa censura!

censura_mafalda