Feminismo Quotidiano: #MeToo, a Carta das Francesas e o Feminismo

(O título desta série de textos poderia ser “Quando lês as noticias e parece que o mundo endoideceu” ou “O Meu Feminismo” mas optei por um titulo mais “neutral”: Feminismo Quotidiano.) E o título deste post poderia ser: a verdade é muito complexa... Tenho acompanhado a polémica à volta do #MeToo com muita preocupação e …

Anúncios

Os Factos Que Marcaram a Nível Nacional em 2017

O maior acontecimento do ano foi o saborearmos todo o ano as consequências da austeridade e do Estado mínimo imposto pelo FMI e pela União Europeia. Este trago amargo vai continuar a ser servido durante 2018 e nas próximas décadas, estejamos descansados. Por isso o Estado não respondeu de maneira satisfatória a quase nenhum problema …

Redes Sociais e Jornalismo: É assim que o seu medo e indignação estão a ser vendidos com lucro

«A história de como uma métrica mudou a maneira como você vê o mundo Uma noite, no final de outubro de 2014, um médico verificou seu próprio pulso e entrou em um metro na cidade de Nova York. Ele tinha acabado de voltar para casa de um breve período como voluntário no estrangeiro, e estava …

Descodifica a Internet: Buzztimes.pt

90% das notícias desta página estão desactualizadas. Quase todas são notícias altamente sensacionalistas. Resumindo, o sítio ideal para não ir buscar informação. O sítio engana bem: tem ficha técnica e política de privacidade. Editora Marta Maia, gestora de comunidades Mariana Albuquerque.

Leiria, 2014: O alternativo é o novo mainstream?

«E vai daí, parece que a chamada ‘Grande Cultura’ (a dominante, a predominante, a reinante… essa toda!) já não é aquela coisa inquestionável, indiscutível, incontestável. O espectro alargou-se de tal forma que o alternativo é o novo mainstream. Será? A boa notícia é que quando se vai aos saldos, já não é preciso gramar com …

A seguir em 2014…

«(...) Janeiro/Fevereiro – CDS e PSD reunem os seus congressos electivos. E se deles não sairão novos líderes, as moções e discursos balizarão o terreno político que cada um quer trilhar no futuro. Ao mesmo tempo, no Governo, estarão juntos a negociar o pós-troika entre si e com os credores. Março – Na Primavera deverá …