Dizem-me que o aumento da extrema-direita nos anos recentes…

«Dizem-me que o aumento da extrema-direita nos anos recentes — do Brexit a Trump, passando pela França, Itália, Hungria, Holanda, Suécia — tem que ver com o modo como esta conseguiu tomar contar dos media, e criar um discurso beligerante sem oposição. Que nos tornámos demasiado passivos e passámos a aceitar tudo como Liberdade de Expressão. …

Anúncios

Leituras: O testemunho de José Cardoso Pires

Podemos dizer que da mesma maneira que Aquilino Ribeiro foi testemunha do regicídio, José Cardoso Pires (1925-1998) foi testemunha da repressão do Estado Novo. E isso é especialmente visível nestes dois livros. E Agora, José? Este livro reúne ensaios de José Cardoso Pires sobre vários temas, sobretudo literatura, arte e politica. O título é inspirado …

Feminismo Quotidiano: #MeToo, a Carta das Francesas e o Feminismo

(O título desta série de textos poderia ser “Quando lês as noticias e parece que o mundo endoideceu” ou “O Meu Feminismo” mas optei por um titulo mais “neutral”: Feminismo Quotidiano.) E o título deste post poderia ser: a verdade é muito complexa... Tenho acompanhado a polémica à volta do #MeToo com muita preocupação e …

Leituras: Um relatório sobre analfabetismo funcional já antigo

Este é um relatório sobre a situação do analfabetismo funcional em vários países da OCDE. Trata-se de um estudo realizado por Lauren Benton e Thierry Noyelle, do Eisenhower Center of Conservation of Human Resources, da Universidade de Columbia (Nova Iorque, Estados Unidos). De acordo com os autores do relatório, o ponto de viragem aconteceu na …

Reflexões sobre o ataque ao CHARLIE Hebdo (28-01-2015)

Reflexões sobre o ataque ao CHARLIE Hebdo 1. O que aconteceu em França não pode ser atribuído só à religião. A política e as condições económicas, sociais e culturais das vitimas e dos assassinos também devem ser analisados. 2. Todos são seres humanos, tanto as vítimas como os assassinos. Até Hitler era um ser humano, …

Portugal, 1960: uma gaiola, mas não dourada (uma resposta a João César das Neves)

«João César das Neves acaba de publicar no DN um texto, intitulado A Gaiola Dourada, onde diz que Portugal em 1960 "era um país pacato e trabalhador, poupado e prudente, que se sacrificava generosamente, labutando dia e noite para cumprir os deveres" e que depois do 25 de abril ter-se-á esbanjado de tal forma – e …

Axiomas Portugueses: Os portugueses gostam de se armar em coitadinhos e de ser enganados

Axioma -  s.m. Princípio evidente por si mesmo. (Dedicado a todos os portugueses que são a excepção a estes axiomas) Este post pretende reflectir acerca do facto de Nós, os Portugueses (eu incluída) de gostamos nos armar em coitadinhos e de ser enganados. Assumir a responsabilidade por algo que corre mal e mudar de direção …