Leituras: O testemunho de José Cardoso Pires

Podemos dizer que da mesma maneira que Aquilino Ribeiro foi testemunha do regicídio, José Cardoso Pires (1925-1998) foi testemunha da repressão do Estado Novo. E isso é especialmente visível nestes dois livros. E Agora, José? Este livro reúne ensaios de José Cardoso Pires sobre vários temas, sobretudo literatura, arte e politica. O título é inspirado …

Anúncios

Feminismo Quotidiano: #MeToo, a Carta das Francesas e o Feminismo

(O título desta série de textos poderia ser “Quando lês as noticias e parece que o mundo endoideceu” ou “O Meu Feminismo” mas optei por um titulo mais “neutral”: Feminismo Quotidiano.) E o título deste post poderia ser: a verdade é muito complexa... Tenho acompanhado a polémica à volta do #MeToo com muita preocupação e …

Leituras: Um relatório sobre analfabetismo funcional já antigo

Este é um relatório sobre a situação do analfabetismo funcional em vários países da OCDE. Trata-se de um estudo realizado por Lauren Benton e Thierry Noyelle, do Eisenhower Center of Conservation of Human Resources, da Universidade de Columbia (Nova Iorque, Estados Unidos). De acordo com os autores do relatório, o ponto de viragem aconteceu na …

Reflexões sobre o ataque ao CHARLIE Hebdo (28-01-2015)

Reflexões sobre o ataque ao CHARLIE Hebdo 1. O que aconteceu em França não pode ser atribuído só à religião. A política e as condições económicas, sociais e culturais das vitimas e dos assassinos também devem ser analisados. 2. Todos são seres humanos, tanto as vítimas como os assassinos. Até Hitler era um ser humano, …

Portugal, 1960: uma gaiola, mas não dourada (uma resposta a João César das Neves)

«João César das Neves acaba de publicar no DN um texto, intitulado A Gaiola Dourada, onde diz que Portugal em 1960 "era um país pacato e trabalhador, poupado e prudente, que se sacrificava generosamente, labutando dia e noite para cumprir os deveres" e que depois do 25 de abril ter-se-á esbanjado de tal forma – e …

Axiomas Portugueses: Os portugueses gostam de se armar em coitadinhos e de ser enganados

Axioma -  s.m. Princípio evidente por si mesmo. (Dedicado a todos os portugueses que são a excepção a estes axiomas) Este post pretende reflectir acerca do facto de Nós, os Portugueses (eu incluída) de gostamos nos armar em coitadinhos e de ser enganados. Assumir a responsabilidade por algo que corre mal e mudar de direção …

Investigação revela “inferno” dos paraísos fiscais

«Paraísos fiscais foram finalmente “profanados”. Para onde foram 230 mil milhões de euros em impostos? Uma investigação de 86 jornalistas de 46 países revela negócios obscuros de chefes de estado, membros do governo, políticos, empresários, oligarcas russos, colecionadores de arte espanhóis ou pequenos industriais gregos. Dois milhões de e-mails, relacionados principalmente com o paraíso fiscal …