Os Linques da Semana 24 de Novembro

Nasce assim uma rubrica de periodicidade irregular neste blogue... Sobre Bibliotecas: O programa da SIC Contas-Poupança lembrou-se das bibliotecas como sítio onde é possível poupar... Bem lembrado!! Vale a pena ler: A utopia das bibliotecas ideais. Sobre a Leitura e a Literatura: Ler. essa coisa simples e complicada A literatura está em declínio? Nazismo: os portugueses …

Anúncios

Poema escrito depois da ameaça de encerramento da revista Visão ser notícia

Queria ter outra visão Por isso comprava a revista Visão Era uma revista que me punha a pensar Era uma revista que me desafiava Depois veio a remodelação Depois veio a nova imagem E a revista passou a parecer-se Com um suplemento da Caras e da Activa E menos com o Courrier Internacional E eu …

Sim, sou feminista!

Um pouco de história… O feminismo nasceu, em finais do século XIX e inícios do século XX, quando algumas mulheres mais informadas e activas decidiram lutar pela promoção da igualdade nos direitos contratuais e de propriedade para homens e mulheres, e na oposição de casamentos arranjados e da propriedade de mulheres casadas (e seus filhos) …

Apple, monopólios e gestão do século XXI

«(...) é curioso observar a posição da Apple, enquanto empresa monopolista, e a sua relação recente com os mercados financeiros. Sem grandes incentivos ao reinvestimento dos seus lucros, esta empresa acumulou ao longo dos anos 145 mil milhões de dólares. No entanto, no passado mês de Abril, a Apple decidiu endividar-se nos mercados com obrigações …

Sobre Ideologias e Alternativas

1. As ideologias não morreram. Antes pelo contrário. De facto, a ideologia que está a vencer é a do “mercado livre” (também chamada de neo-liberalismo / liberalismo / conservadorismo / neo-conservadorismo). Vencem os tecnocratas e os políticos-que-sabem-obdecer-aos-tecnocratas. Vencem apenas certas empresas, outras não. Vencem apenas certas pessoas, outras não. Os neo-liberais-darwinistas-sociais gostam muito de apontar …

Para Que Conste 23

- «O Presidente da República leu no 39.º Aniversário do 25 de Abril o mais aporético e contraditório discurso da história da III República. Denunciou a  incompetência da troika, mas saudou o doloroso cumprimento do seu insensato programa pelo esforçado povo português. Apelou a uma mudança do rumo da Europa, mas concordou com a tese …

O regresso de José Sócrates, os comentadores, o situacionismo

Miguel Relvas, José da Ponte e Luís Marinho têm o prazer de apresentar o odiado José Sócrates, agora elevado a político brilhante e com direito a tribuna sem contraditório... Para que a populaça faça muito barulho à volta dele e a televisão pública tenha alguma audiência. E para que haja confusões e ódios a vir …

Pensamento do Mês

«Para fazer com que uma medida inaceitável passe a ser aceita basta aplicá-la gradualmente, a conta-gotas, por anos consecutivos. Dessa maneira, condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990. Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que teriam provocado …