Neoliberalismo, o caminho sombrio para o fascismo

«O neoliberalismo como teoria económica sempre foi um absurdo. Tinha tanta validade quanto as ideologias dominantes do passado, como o direito divino dos reis e a crença fascista no Übermensch . Nenhuma das suas alardeadas promessas era remotamente possível. Ao concentrar a riqueza nas mãos de uma elite oligárquica global – oito famílias detêm hoje …

Anúncios

Um país sem Estado e apenas com impostos

«Um dos aspectos que mais aceleraram a devastação do interior foi o processo de privatizações conduzido pelo Governo Passos-Portas. Os fogos revelaram uma realidade que todos sabiam existir, de que muitos falam — ou melhor, de que muitos enunciam o problema —, mas a que também muitos têm nas últimas décadas fechado os olhos: a …

Em defesa de um populismo

«Em 1990, o historiador Eric Hobsbawm assinalava: “o capitalismo e os ricos deixaram, até ver, de estar amedrontados”. Tinha sido em parte o medo do socialismo a alimentar a reforma social e democrática do capitalismo a seguir à Segunda Guerra Mundial. Sem este medo, o capitalismo, de novo sem freios e contrapesos sistémicos, tenderia para …

Leituras: Quando Daniel H. Pink me compeliu a escolher os meus passatempos…

Daniel H. Pink estudou na Northwestern University (uma universidade privada dos Estados Unidos) e conseguiu fazer-se eleger para a Phi Beta Kappa, a mais antiga sociedade de honra nas áreas de ciência e arte liberal dos Estados Unidos da América. Também recebeu uma Bolsa Harry S. Truman. Depois formou-se em jurisprudência na Yale Law School. …

Byung-Chul Han explica a alienação de hoje

«O poder de estabilização do sistema não é repressivo mas sedutor O poder de estabilização da sociedade industrial e disciplinar era repressivo. Os operários eram brutalmente explorados pelos proprietários, o que originava actos de protesto e de resistência. Nesse momento, foi possível que uma revolução derrubasse as relações de produção existentes. Nesse sistema de repressão …

Eu gosto da mudança, se for para melhor… (18-10-2016)

- Eu gosto da mudança. Se for para melhor. Estou farta de ver mudanças para pior disfarçadas de mudanças para melhor! - Às vezes somos o elo mais fraco. Temos de escolher se mesmo assim dizemos o que pensamos ou não. Ambas as alternativas têm desvantagens: dizer ou não dizer. Porque em qualquer caso perdemos.