Nomear “Blogues do Ano 2017” é um prazer

Aproveitando a inutilidade de um concurso de “blogues do ano”, criado como resposta a outro concurso de “blogues do ano” (no qual se consagram todos os anos bloggers profissionais com uma equipa e muitos recursos por detrás) fica aqui esta lista que talvez possa ser de utilidade para alguém.

Foi um prazer fazê-la!!

Actualidade Política: Ladrões de Bicicletas

Arte e Artes Visuais (arquitectura, pintura, etc.; não discriminadas noutra categoria): Design e Outros Desvarios

Bibliotecas: Bibliotecas são Comunidades

Ciência: De Rerum Natura

Cinema e Televisão: Cinematograficamente Falando e Cambada de Criticos

Comunicação e Media (inclui marketing, jornalismo e publicidade): Blog Van

Culinária e Gastronomia: Miss Chia

Desporto: SportALL

Diários de Bordo (e diários íntimos e pessoais): Estrelices

Dinheiros e Poupar: Descontos

Escolares e Jornais de Escolas: 4 L e Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

Ensino: Escola Portuguesa

Família: Agora Somos 7

Filosofia: Filosofia no Ensino Secundário

Fotografia e Fotoblogs pessoais: Pedro Nogueira Photography

História: Almanaque Republicano e Monumentos Desaparecidos

Literatura (blogue como local de escrita): Ficções Breves

Livros (e análise literária amadora): O Livro Pensamento e Estante de Livros

Livros (blogues de críticos literários profissionais): Porta-Livros

Locais e Regionais: Alvitrando e Descobrir Leiria

Minimalismo: Ter Menos Ser Mais

Moda e Beleza: Sketchbook Six

Museus: Musing on Culture

Música: Gonn 1000

Protecção da Natureza e Animais: Dias com Árvores

Psicologia: Comer com Amor

Religião e Espiritualidade: Religionline

Saúde: Dicas de Farmaceutica

Tecnologia: TechScene & Lifestyle

Viagens: Alma de Viajante

Última Actualização: 22/11/2017

frogprince

Anúncios

Ler é bom, ler e compreender ainda melhor

«Há uma espécie animal que se tornou leitora; antes disso bípede, polegar oponível e etc. Mas leitora, sim, a única espécie animal que lê.
Porém, os tempos passaram-se – e veio a tecnologia, a multiplicação infinita de imagens e textos, e a ansiedade – e esta espécie animal leitora em pouco tempo parece estar a transformar-se: a deixar de ser leitora e ficar leitora de títulos. As pessoas lêem um título e disparam a falar a falar a falar.
Um animal que lê títulos, eis o humano médio do século XXI.»
Gonçalo M. Tavares (Jornal das Letras 13-26 Set 2017)

Os vários aniversários deste blogue

Cupcake decorated with a single pink candleOntem estive a ver nos meus arquivos… Escrevi o meu primeiro post num blogue a 2 de Abril de 2004. Foi no dia em que nasceu o “Insustentável Leveza” em Blogspot. Eram tempos de ser trabalhadora-estudante. Recordei o verso de Robert Frost escrito em inglês que encimava aquele blogue:
«Duas estradas num bosque se bifurcavam, e eu
A menos percorrida trilhei,
E isto fez toda a diferença.»
Terminei aquele blogue em 2 de Agosto de 2007, quando terminei o curso. Mas a paragem seria breve.
Em 30 de Agosto 2008 nascia este blogue. Durante alguns anos chamou-se “O Peso e a Leveza” (o nome de um capítulo de A Insustentável Leveza do Ser). Mas em Abril de 2014 decidi dar uma paragem a este blogue.
Mas nunca deixei de escrever. Em Janeiro de 2015 nascia a página “Sol de Esperança” no Facebook. Confesso que me cansei muito do formato e decidi retomar em blogue. E assim em Julho deste ano comecei a trazer para aqui os textos mais relevantes da página e alguns que tinha espalhados pelo Facebook e queria juntar.
Assim hoje, 13 de Agosto, Renasce oficialmente este blogue.
Renasce sobre a inspiração de Milan Kundera (sempre) e desta vez com o desenho “Homem Vitruviano” de Leonardo Da Vinci. Para mim este desenho é símbolo da procura da sabedoria, do conhecimento, das Humanidades e das bibliotecas. É uma metáfora para aquelas e aqueles (como eu) ambicionam compreender o Ser Humano em toda a sua complexidade.

Da_Vinci_Vitruve_Luc_Viatour

Última Actualização: 14/08/2017