Coisas Giras de Portugal em 2012 (60)

«Quase sete em cada dez alunos do ensino superior querem deixar Portugal depois de terminar o curso, conclui um inquérito realizado por associações de estudantes. Não se trata de um estudo de carácter científico, mas os resultados indicam uma tendência: 69 por cento dos universitários têm intenção de emigrar.

“Foi um estudo feito pelas associações académicas de todo o País, que enviaram questões aos estudantes pela internet. Responderam 1751 estudantes e 69 por cento afirmaram querer emigrar”, disse ao CM Luís Rebelo, presidente da Federação Académica do Porto.

A “primeira razão” apresentada para deixar o País é a necessidade de “ter acesso a emprego”. O segundo motivo mais apresentado é “a obtenção de melhores salários” e o terceiro a possibilidade de “enriquecimento pessoal” com uma experiência fora do País.

Segundo Luís Rebelo, as respostas revelam que a intenção de deixar o País abrange todas as áreas de estudos. “Não há grandes diferenças. Em todas as áreas, a intenção de sair passa os 65 por cento. Em algumas áreas, como Arquitectura e Artes ou Engenharias e Tecnologias, passa os 70 por cento”.

O destino preferencial destes prováveis futuros emigrantes é a Europa.

“Não vai no bom caminho um País que sangra os seus quadros mais qualificados, isto quando o mais recente relatório da OCDE apontou precisamente a falta de qualificação dos trabalhadores”, considera o dirigente académico.

Face à situação actual, Luís Rebelo aponta a necessidade de apoiar quem decide sair, até porque a maior parte dos inquiridos aponta a “falta de mecanismos informativos sobre os diversos países europeus”.

“Seria interessante criar uma rede de apoio para informar sobre os passos a dar e a forma de funcionamento das sociedades, os sistemas de impostos, as leis laborais. Por agora, só existe uma rede informal”, rematou o dirigente académico.»

Bernardo Esteves (11/08/2012) (1)

«Os dirigentes das associações de estudantes de Portugal defenderam esta terça-feira, no Porto, a criação de “redes de tutores” para ajudar os universitários que tencionem emigrar a ter informações das leis laborais e regimes fiscais no estrangeiro.

“Seria interessante começar a trabalhar com a rede de portugueses no estrangeiro” e “encontrar um sistema de tutoria” de pessoas que pudessem informar como é que as coisas se processam nas sociedades dos diversos países, declarou Luís Rebelo, presidente da Federação Académica do Porto (FAP), numa conferência de imprensa para apresentar o estudo/inquérito sobre ‘Mobilidade Profissional’.

O inquérito, realizado a 1.751 estudantes universitários, conclui que 69% dos inquiridos têm intenções de emigrar após concluírem os seus ciclos de estudos, mas 59% consideram que ainda não existem “mecanismos informativos sobre os diversos países europeus”.

A posição do presidente da FAP em criar uma espécie de rede de tutores é partilhada pelos dirigentes das universidades de Coimbra, Trás-os-Montes e Alto Douro, Aveiro, Évora, Portucalense, Católica e Politécnicos de Coimbra, Viseu e Porto, as academias que estiveram envolvidas na realização do inquérito.

Os dirigentes estudantis demonstraram “preocupação” com o número de estudantes que querem emigrar mas, por outro lado, compreendem a falta de “oportunidades de trabalho em Portugal”. Além disso, defendem a fixação dos quadros superiores, bem como o combate das assimetrias e as desigualdades de informação.

O objectivo deste inquérito foi “tirar uma fotografia à realidade” e “caracterizar o fenómeno” para começar a discutir “medidas que possam ajudar os jovens qualificados”.»

Correio da Manhã (11/08/2012)

Comentarium: Bem-vindos a um dos – há mais – países do “terceiro mundo” dentro da União Europeia.

Bem-vindos a um país sem futuro – nem passado.

Profissão do futuro: tutor de portugueses (desempregados) no estrangeiro… O presidente da República decerto terá muitas ordens honoríficas a distribuir por estes profissionais.

(1) Correio da Manhã.

Ver Também:

Radicalismo da Terapia de Choque no seu melhor, na União Europeia (8)
Breve Introdução à Geração Sem Futuro (1)
Coisas Giras de Portugal em 2012 (18)
Coisas Giras de Portugal em 2012 (6)
Coisas Giras de Portugal em 2011 (33)
Coisas Giras de Portugal em 2011 (25)

Anúncios

Os comentários estão desativados.