Coisas Giras de Portugal em 2012 (59)

«Grande parte da documentação dos submarinos desapareceu do Ministério da Defesa. Sumiram, em particular, os registos das posições que a antiga equipa ministerial de Paulo Portas assumiu na negociação.

“Apesar de todos os esforços e diligências levadas a cabo pela equipa de investigação, o certo é que grande parte dos elementos referentes ao concurso público de aquisição dos submarinos não se encontra arquivada nos respetivos serviços [da Defesa], desconhecendo-se qual o destino dado à maioria da documentação”, escreveu o procurador João Ramos, do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), em despacho de 4 de junho que arquivou o inquérito em que era visado apenas o arguido e advogado Bernardo Ayala (o processo principal continua em investigação).

Nos últimos anos, já tinha sido noticiado o desaparecimento de vários documentos do negócio concretizado, em 2004, quando Durão Barroso era primeiro-ministro e Paulo Portas ministro de Estado e da Defesa Nacional. Mas, agora, é o próprio Ministério Público não só a reconhecer o problema como a atribuir-lhe uma dimensão que vai para além dos casos pontuais já noticiados. (…)»

Nelson Morais (11/08/2012) (1)

«Paulo Portas mandou digitalizar documentos do Ministério da Defesa pouco antes de sair do Governo, alguns deles confidenciais. Segundo a edição de ontem do Expresso, Portas negou tratar-se de qualquer dossier oficial e diz ter mandado fotocopiar apenas notas pessoais acumuladas enquanto ministro.

Trata-se de mais de 60 mil papéis do Ministério da Defesa que Paulo Portas mandou digitalizar antes de sair do Governo em 2005. Os funcionários da empresa que prestou o serviço e que foram ouvidos pela PJ, avançaram que os dossiers estavam classificados como confidenciais. Outros tinham como título “Iraque”, “submarinos”, “ONU” e “NATO”. As referências aos papéis constam do processo “Portucale”, mas não foram investigadas pelo MP.»

Jornal de Notícias (11/11/2007)

(1) Jornal de Notícias.

Fonte da Imagem: Ultimas Curiosidades (cartune de Zédameida).

Anúncios