Coisas Giras de Portugal em 2011 (32)

«A dias de participar no Conselho Europeu, primeiro-ministro diz acreditar num acordo entre os 27.

“A culpa do que se está a passar em Portugal não é do senhor Sarkozy, nem da senhora Merkel, nem da Europa”, disse Pedro Passos Coelho à margem de um homenagem à memória de Francisco Sá Carneiro, ontem organizada pelo PSD no Porto. Com o Conselho Europeu agendado para o fim desta semana, o primeiro-ministro diz-se optimista quanto à obtenção de consensos entre os 27 numa altura em que “é a própria União Europeia e o euro que estão em risco”.

“Esse governo económico que precisamos de construir na Europa é essencial para que a Europa possa ser solidária”, sugeriu Passos Coelho antes da cimeira em que será discutida a possibilidade da União Europeia ser refundada.

A independência do Banco Central Europeu, as eurobonds e as sanções a aplicar aos países não cumpridores das metas orçamentais estarão em cima da mesa negocial e Passos Coelho está preparado. “Quando os países são indisciplinados e colocam em risco outros, é natural que os que geriram bem as suas economias e emprestam dinheiro queiram receber garantias em como o que emprestam será bem utilizado”, reconheceu o primeiro-ministro para quem bastaria “que tivéssemos metade da dívida e Portugal seria hoje um país mais justo”.»

Filipe Garcia (05/12/2012) (1)

Ver Também:

Coisas Giras de Portugal em 2011 (29)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (25)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (24)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (21)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (10)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (8)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (6)

Coisas Giras de Portugal em 2011 (3)

(1) Diário Económico.

Fonte da Imagem: Dinheiro Vivo.

Anúncios