20 Previsões para 2015

1. Aumento das assimetrias entre pobres e ricos. Austeridade para quase todos. Luxo para muito poucos. Os Objectivos para 2015 das Nações Unidas não serão alcançados.

2. A Índia e a China dominam. Os Estados Unidos lutam ininterruptamente e em várias frentes. A Europa continua, como no século XX, com pouco espaço de poder. Na Europa os países com mais poder são a Alemanha, França e os países que ainda não aderiram à União Europeia.

3. Na União Europeia a Alemanha continuará a impor-se, trazendo a miséria a quase todos os outros países (excepção da França).

4. O uso do petróleo está em queda enquanto energia usável, dado o seu preço. As energias alternativas (hídricas, eólicas, solares) ganham espaço. O preço da energia aumenta.

5. Imposição da privatização de quase tudo.

6. Exploração de novos planetas, continuando a NASA como principal agente. As outras agências espaciais também explorarão alguns poucos.

7. Televisão digital para todos.

8. Procura de uma vida saudável. A comida será encarada por muitos como uma medicina preventiva. Perseguição aos gordos.

9. Dissolução da personalidade. Aumentará o número de pessoas que não sabe quem é. Preocupação exagerada com a beleza física (ver ponto anterior). Depressão e doenças mentais continuarão a aumentar.

10. As empresas simplificarão os processos relacionados com os clientes. Personalização dos produtos e serviços.

11. Marketing móvel e interactivo presente, cada vez mais, no dia-a-dia dos consumidores.

12. Desemprego para muitos. Precariedade para muitos. Tentativa de imposição de um modo de vida nómada a muitos. Mais velhos que jovens na Europa e Estados Unidos. Países de África e alguns países asiáticos despovoados. As cidades estarão apinhadas de gente.

13. As pessoas continuarão a tentar controlar o seu próprio tempo (aumento do mercado para produtos que dêem mais tempo às pessoas). Paradoxalmente, isso levará ao aumento do stresse e da improdutividade.

14. Perseguição e descriminação do que é diferente (homossexuais, imigrantes, gordos, deficientes, doentes mentais) versus apoio ao que é diferente.

15. Aposta no turismo até à exaustação (e falência de empresas).

16. Os grandes grupos económicos criarão produtos que juntarão duas ou três marcas/produtos no mesmo kit.

17. Tentativa de viver de uma forma ecológica versus recusa total dessa forma de vida.

18. Aumento da valorização da cultura e do conhecimento versus promoção da ignorância.

19. Muitas tendências e modas nascerão e morrerão abruptamente.

20. O futebol continuará com pujança mundial. Aumento do numero de desportistas deficientes e dos desportos radicais.

Nota: Inspirada em Umberto Eco.

Fonte da Imagem: The Christian Science Monitor.

Anúncios

Os comentários estão desativados.