O meu momento Mundial 2010

Gostava que o Brasil tivesse ganho este jogo… e fosse o vencedor do Mundial 2010. Mas se a Holanda jogou melhor…

Quanto a Portugal: começaram as polémicas logo depois da derrota. Ora as polémicas deviam ter existido sempre, mesmo se ganhássemos. Essas ideias de que só as derrotas merecem debates é vazia, e apenas contribui para que se percam mais jogos no futuro. Mas não me apetece debater aqui as ideias – ou a falta delas – de Cristiano Ronaldo e Carlos Queirós.

Felizmente, nem tudo é futebol. Existe, por exemplo, uma crise económica em Portugal, desde os anos 90 do século XX, parece-me…

Acrescento a 04/07/2010 – Portugal não deve ter como capitão de equipa um futebolista-estrela como Cristiano Ronaldo, que depois de anos de sucesso pensa que o insucesso é apenas coisa dos outros (ou seja, deresponsabilização e falta de solidariedade). Cristiano Ronaldo pode até continuar na selecção, mas a faixa de capitão ser dada a outro, que pense mais no colectivo. Infelizmente, nos últimos anos (inclusivé durante a era Luiz Filipe Scolari) a tendência foi a criação de egos inchados, futebolistas-estrela. Será portanto difícil encontrar outro capitão para a selecção. E note-se que os jogadores de futebol também fazem parte da sociedade…

Quanto a Carlos Queiroz, ou muda de vida nos próximos anos, ou teria sido boa ideia demitir-se depois desta derrota.

Acrescento a 05/07/2010 – Egocentrismo enquanto marca de luxo portuguesa: Cristiano Ronaldo.

Anúncios